RAW, GPS e novidades.


Recentemente o André Nery relatou que o Adobe Camera Raw 6.1 incorporou a correção de lente ainda no arquivo RAW (acredito que depois da interpolação e antes da gravação em outro formato para trabalho). Bem, já faz bastante tempo que o ufraw incorporou as correções (vinheta, distorção e aberração cromática entre outras coisinhas) na revelação do RAW. A correção automática é feita pelo lensfun. Tem um tutorial para a inclusão de novas lentes na base de dados.




Agora eu li que a Adobe disponibilizou o GPS Data panel para o CS5. No artigo tem um link para uma imagem e alguns comentários. Eu achei que tem o básico do básico. E em um comentário, seria interessante uma integração com com mapas para informar a localização geográfica da foto. Como? Ainda não tem? O digiKam possui a facilidade há um bom tempo (de tão normal o uso, nem me lembro mais quando começou). É fácil etiquetar uma ou mais fotos com a localização geográfica. Se não estiver nos favoritos, basta colocar o nome do local e mandar procurar (programa a gente manda e não pede). Tem o mapa na janelinha, é possível escolher entre mapa, satélite ou híbrido e, depois, é só clicar no mapa e em OK para que as fotos sejam atualizadas automaticamente. Também é possível utilizar um GPS e, baseado no arquivo gerado por ele, sincronizar as imagens automaticamente. Nada contra softwares proprietários, só acho que eles deveriam estar mais avançados. 🙂




Mas a parte do GPS me deixa com algumas dúvidas. Algumas câmeras já possuem GPS integrado e colocam as informações automaticamente nas fotos. Será que é bom ou ruim? Não sei se todas permitem desligar o GPS mas, colocando as fotos na internet com as informações de geolocalização, pode ser fácil para outros preverem o padrão de alguém. Também seria possível descobrir a residência ou localização de algum estúdio e, se for uma câmera boa, qual a dificuldade de um assalto? Sei lá, apenas me passou pela cabeça enquanto estava escrevendo. Basta utilizar um programinha como o digiKam, baixar as fotos (apenas para facilitar um pouco a vida) e descobrir onde elas fora feitas. É fácil selecionar uma área qualquer do globo e descobrir quais as fotos foram feitas por lá. Como a foto, é fácil descobrir onde ela foi feita e, com mais um clique pode ser escolhido o tipo de mapa e abrir no navegador para mais detalhes.






Para quem tem Windows, já é possível instalar o digiKam, mas fica para uma próxima ocasião.

Anúncios

2 opiniões sobre “RAW, GPS e novidades.

  1. Ei, Guaracy, fotaça essa do casal em meio aos prédio –ou seria uma foto dos prédios em meio ao casal?

    Posta ela em algum lugar para eu poder apreciá-la. Curti mesmo…

    Abração!

  2. Guara,

    O esquema do GPS é mais ou menos assim: se estás ao ar livre, sem obstáculos acima da cabeça/câmera, o sinal dos satélites é captado cerca de 10s após ligar a mesma. Porém, todavia, contudo, estas câmeras com GPS embutido provavelmente não possuem um arquivo de correção que deveria (via de regra), ser baixado semanalmente, a fim de atualizar-se a posição dos satélites, que não são 100% geoestacionários, graças aos movimentos de rotação e precessão da Terra.

    Cortando o papo-furado, o GPS provavelmente não irá funcionar em ambientes fechados. Agora resta saber se ele coloca lá nas coordenadas algo como NaN:NaN ou a última posição em que estava recebendo o sinal (que se for no pátio de casa, é muito ruim).

    Sds

Os comentários estão desativados.